sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

O que é o Natal

Mais um Natal vem chegando, estamos terminando o Ano da Misericórdia, e deveríamos fazer um balanço de como cristãos vivemos este ano e não se esquecer do real significado do Natal.



significado do Natal é o nascimento de Jesus Cristo e sua comemoração anual, que acontece há mais de 1600 anos no dia 25 de dezembro.
Natal se refere a nascimento ou ao local onde alguma pessoa nasceu. Por exemplo, a expressão "cidade natal" indica a cidade onde um determinado indivíduo nasceu. A palavra "natal" significa "do nascimento".

Origem do Natal

Natal (com inicial maiúscula) é o nome da festa religiosa cristã que celebra o nascimento de Jesus Cristo, a figura central do Cristianismo. O dia de Natal, 25 de dezembro, foi estipulado pela Igreja Católica no ano de 350 através do Papa Julio I, sendo mais tarde oficializado como feriado.
A Bíblia não diz nada sobre o dia exato em que Jesus nasceu e por isso a comemoração do Natal não fazia parte das tradições cristãs no início. O Natal começou a ser celebrado para substituir a festa pagã da Saturnália, que por tradição acontecia entre 17 e 25 de dezembro. A comemoração do Natal em substituição dessa celebração foi uma tentativa de facilitar a aceitação do cristianismo entre os pagãos.
Apesar disso, alguns estudiosos afirmam que Jesus terá nascido em Abril, e que a data foi instituído pela Imperador Romano Constantino para agradar os cristãos.

História do Natal

A história do Natal está descrita na Bíblia, nos evangelhos de Mateus e Lucas. De acordo com a história do Natal descrita na Bíblia, Jesus nasceu em Belém, em um estábulo.
 Um dos textos mais conhecidos sobre o Natal se encontra na Bíblia, em Lucas 2:1-14:
Naqueles dias, César Augusto publicou um decreto ordenando o recenseamento de todo o império romano. Este foi o primeiro recenseamento feito quando Quirino era governador da Síria. E todos iam para a sua cidade natal, a fim de alistar-se.
Assim, José também foi da cidade de Nazaré da Galileia para a Judeia, para Belém, cidade de Davi, porque pertencia à casa e à linhagem de Davi. Ele foi a fim de alistar-se, com Maria, que lhe estava prometida em casamento e esperava um filho.
Enquanto estavam lá, chegou o tempo de nascer o bebê, e ela deu à luz o seu primogênito. Envolveu-o em panos e o colocou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.
Havia pastores que estavam nos campos próximos e durante a noite tomavam conta dos seus rebanhos. E aconteceu que um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor resplandeceu ao redor deles; e ficaram aterrorizados.
Mas o anjo lhes disse: "Não tenham medo. Estou trazendo boas-novas de grande alegria para vocês, que são para todo o povo: Hoje, na cidade de Davi, nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor. Isto servirá de sinal para vocês: encontrarão o bebê envolto em panos e deitado numa manjedoura".
De repente, uma grande multidão do exército celestial apareceu com o anjo, louvando a Deus e dizendo:
"Glória a Deus nas alturas,
e paz na terra aos homens
aos quais ele concede
o seu favor".

Significado dos Símbolos de Natal

As comemorações de Natal incluem a presença de diversos símbolos tradicionais como a ceia de Natal, árvore de Natal, o Papai Noel, as músicas, a troca de presentes, o presépio, a iluminação e outras decorações natalinas.

Árvore de Natal

A árvore de Natal é um dos símbolos mais populares, e normalmente é um pinheiro. Há muitas versões sobre a associação da árvore ao Natal. Uma delas é que o formato triangular do pinheiro representaria a Santíssima Trindade. O costume de enfeitar as árvores de Natal surgiu em 1539 em Estrasburgo. Na América Latina, apenas no século XX teve início essa tradição. Atualmente, as árvores são naturais ou artificiais, sendo que estas últimas encontram-se à venda em cores variadas.

Papai Noel

Inspirado na figura de São Nicolau, um bispo do século III, o Papai Noel é responsável por trazer os presentes das crianças no Natal, segundo a tradição.

Estrela de Natal

Simboliza a estrela que guiou os magos até o local do nascimento de Jesus, segundo o relato do Evangelho de Mateus, na Bíblia.

Presentes de Natal

Os magos deram presentes para Jesus e o bispo Nicolau (que originou Papai Noel) era conhecido por dar presentes. Trocar presentes é uma das tradições de natal mais antigas.

Velas de Natal

Tanto as velas de Natal como as outras iluminações de natal simbolizam Jesus, que afirmou ser "a luz do mundo".
Em termos gerais, o Natal significa paz, alegria, fraternidade e generosidade. 

Papa Francisco encerra Ano Santo da Misericórdia.

 

O papa Francisco encerrou neste domingo (20) o Ano Santo da Misericórdia, uma qualidade que ele tenta pregar com o exemplo, ao transportar migrantes no avião papal ou recebendo no Vaticano grupos de excluidos, como presos ou moradores sem -teto.
ores semA Porta Santa da basílica de São Pedro foi fechada na manhã deste domingo pelo pontífice.
Depois, ele permaneceu parado, rezando com uma mão sobre seu crucifixo, antes de celebrar uma missa na praça de São Pedro, diante de 70 mil fiéis e de todos os cardeais.
"Pedimos a graça de nunca fechar as portas da reconciliação e do perdão, e de saber superar o mal e as divergências", disse Francisco durante a homilia, antes de pedir aos fiéis que "espalhem esperança e deem uma oportunidade aos demais".
O papa abriu a Porta Santa em 8 de dezembro de 2015, ao lançar o Ano Santo da Misericórdia, ao lado do papa emérito Bento XVI.
Graças a uma tradição iniciada na Idade Média, ao entrar na basílica por este local milhões de peregrinos cristãos tiveram a possibilidade de pedir perdão por seus pecados.
Um fato inédito, o pontífice também pediu a abertura de milhares de portas santas no mundo, abrindo pessoalmente a primeira na África, na catedral de Bangui. Ele pediu na ocasião que os centro-africanos entregassem as armas e rejeitassem o "medo do outro".
O símbolo da porta é especialmente importante para Francisco, que pede aos homens que abram "as portas de seu coração" aos demais e demonstrem "ternura".
O papa argentino recebeu e beijou este ano milhares de peregrinos procedentes de grupos de excluídos, como os sem-teto e alguns detentos. O Vaticano instalou duchas para pessoas que dormem a céu aberto perto das pilastras da praça de São Pedro.
Uma sexta-feira por mês o pontífice visitou crianças hospitalizadas, idosos ou pessoas com problemas psíquicos.
Prosseguir com a abertura
Os atos foram acompanhados em geral por declarações que pretendiam abalar a consciência dos fiéis, dos governos e até mesmo dos prelados. Desta maneira, Francisco denunciou o que chamou de "esclerose espiritual" ou "indiferença" de uma sociedade de consumo obcecada com o dinheiro.
"O que está ao nosso lado não apenas possui o estatuto de desconhecido, imigrante ou refugiado, mas se transforma ainda em uma ameaça, adquire o estatuto de inimigo", criticou no sábado.
"Somos todos migrantes", afirmou em abril na ilha grega de Lesbos este filho de emigrantes italianos nascido na Argentina, que transportou no avião papal três famílias muçulmanas sírias.
Mais de 20 milhões de pessoas visitaram Roma especificamente para este ano santo, de acordo com o Vaticano.
Os comerciantes não ficaram totalmente satisfeitos, pois recordam que no ano 2000 a cidade recebeu 30 milhões de visitantes.
O Ano Santo da Misericórdia celebrou o aniversário de 50 anos do final do Concílio del Vaticano II, que abriu a Igreja à modernidade.
Para o papa, a misericórdia é sinônimo desta abertura, única solução para este reformista que tenta convencer os fiéis que deram as costas à Igreja a retornar ao catolicismo.
Alguns círculos católicos conservadores lamentam, no entanto, que o discurso de Francisco se concentre tanto na justiça social e paz no mundo, ao invés de promover os valores tradicionais da Igreja.
Quatro cardeais desafiaram o papa esta semana sobre um de seus textos fundamentais, que indica uma tímida abertura aos casais divorciados que voltam a se casar no civil.
"Os que buscam fomentar a divisão com uma ideia ruim não impedem o sonho", reagiu Francisco em uma entrevista publicada na sexta-feira pelo jornal católico Avvenire.
"Alguns rigorismos nascem de uma falta, de uma vontade de esconder por trás de uma couraça sua própria triste insatisfação", completou.
Fonte : G1

sábado, 10 de dezembro de 2016

Educação Vexame na América do Sul.



O dia a dia de um professor na América do Sul é uma constante luta interna diária...Muitos se perguntam, estamos no caminho certo, os poucos jovens que ingressam pensam... não seria melhor mudar de profissão. 
Tudo isso é parte de um círculo vicioso da falta de motivação, respeito e salários acordes a umas das profissões mais importantes do mundo. Ensinar é educar para a vida, ajudar aos jovens terem pensamento crítico...
Brasil e Argentina, esta que já foi modelo de educação na América Latina, caíram no ranking do PISA (Programa Internacional de Avaliação dos Estudantes) de maneira absurda, e não é uma coincidência, é uma realidade nua e crua da falta de investimento na área.
Em primeiro lugar, continuamos ensinando alunos do século XXI como se estivéssemos no século XIX, por isso, é fundamental uma forte investigação nesta área para atualmente trabalhar com crianças e jovens que têm outras formas de pensar, maior volume de informação e tecnologia...
Em segundo lugar, dar ao professor uma carreira mais digna, com salários mais acordes a função que é a de formar novos indivíduos para todas as carreiras... Um professor de nível médio termina trabalhando em vários lugares, para poder sobreviver... E termina o ciclo letivo destruído, porque trabalha muito mais horas que as 40 semanais...porque além de dar aulas todos os dias, levam para casa infinita quantidade de trabalho e para melhorar a sua renda, termina nos seus pequenos momentos de descanso, dando aulas particulares para melhorar os seus ingressos...
Não existe feriado, fim de semana, nada... Férias um mês...depois de ter passado quase um ano inteiro com um trabalho árduo...os jovens de hoje estão desestimulados, as famílias não estão presentes na educação desde casa, com o qual triplica a tarefa do professor que hoje chamamos EDUCADOR, porque além de ensinar, é psicólogo, pedagogo, artista, e muitas vezes pais... 


Países como Brasil e Argentina abandonam em todo o sentido a carreira do professor, A pouca atratividade pela carreira do magistério, salários baixos, falta de plano de carreira e praticamente nenhuma política pública para formação são fatores que afastam os jovens da profissão e, por consequência, deixam o Brasil e a Argentina a léguas de distância do grupo dos melhores dos rankings de ensino. Países como Cingapura, Canadá e Finlândia, onde a profissão de magistério é altamente valorizada, possuem os melhores desempenhos. 
A profissão está tão desvalorizada na América do Sul, que aí temos um dos piores problemas, falta de professores, ninguém quer ser professor, trabalhar em condições inadequadas, sem praticamente descanso e com salários baixos... 

Países que não investem na educação, fracassam em todas as áreas. O professor é o que vai dar as ferramentas e abrir as portas para um pensamento crítico e uma sociedade mais humana, mas se cada vez somos menos os que lutamos por esse ideal, fica muito difícil que esses países possam crescer na economia... País sem educação é um país que perde competitividade...
Por Danielle Giani


domingo, 5 de junho de 2016

Para onde se dirige o Mundo...


Há vários dias que eu me encontro com a mesma pergunta:
Para onde se dirige o nosso planeta...
Crises econômicas, políticas, religiosas, morais...são tantos os problemas que nos afetam diariamente que o que mais me surpreende é a capacidade do ser humano em transformar coisas que nao deveriam acontecer, em rotineiras, cotidianas...
O ser humano, já por si, é egoísta...mas são os pequenos gestos, que nos fazem diferentes e nos aproximam de Deus.
Sou católica e respeito todas as religiões, sem nenhum preconceito, cada um encontra Deus de uma maneira diferente, o importante é acreditar e manter a harmonia e a paz entre os homens.
Penso porque nenhuma das grandes potencias colocam um ponto final nas guerras que circulam pelo mundo árabe, são milhares de seres humanos tratando de sobreviver a um inferno...perdem suas casas, vidas, sua dignidade...porque a Africa é um continente abandonado? Milhares de pessoas vivendo em péssimas condições...sem nenhuma infra-estrutura, sem nenhuma esperança de um mundo melhor.
Repassando um proverbio da Biblia:   Quem é generoso será abençoado, pois reparte o seu pão com o pobre. 
Provérbios 22:9...
Lembrem-se: aquele que semeia pouco também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura também colherá fartamente. Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria. 
2 Coríntios 9:6-7

Por isso no meu dia a dia trato de passar a mensagem de que juntos podemos construir um mundo melhor e fazer tudo o que está ao meu alcance para que todos tenhamos um nundo em paz...e cada um,fazendo sua parte, seguiremos os passos do nosso Pai.

A politica está suja, contaminada, pelos interesses particulares...as pessoas que governam as grandes potências deveriam pensar o que estamos fazendo com o nosso planeta, com os nossos semelhantes...
nada é fácil, temos que pensar a longo prazo, porque esse longo prazo está muito próximo...e se continuarmos com essa postura egoísta e nao ajudar o próximo, nao teremos um mundo para os nossos filhos...  

É para pensar....
Danielle

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

10 alimentos ricos em ferro para turbinar seu cardápio.

Manter uma dieta rica em ferro não é uma tarefa simples, mas escolhendo os alimentos corretos fica bem mais simples. O recomendado para as mulheres é um consumo mínimo de 18 miligramas por dia. Para os homens, a ingestão mínima diária é de 8 miligramas. Aliando o consumo ao de alimentos ricos em vitamina C, a absorção do ferro é potencializada no organismo.
Veja 10 alimentos ricos em ferro que devem ser incluídos na dieta já!
Mariscos
Ricos em potássio e vitamina B12, os mariscos oferecem 23,8 miligramas de ferro a cada 84 gramas. Cereais Você vai se surpreender com a quantidade de ferro que pode obter a partir de cereais. A maioria dos produtos disponíveis nas gôndolas dos supermercados está repleta de adições de açúcares. Prefira as marcas que oferecem grãos inteiros de aveias simples. O prato fica ainda mais nutritivo se acompanhado de alimentos ricos em vitamina C, como laranja, acerola e kiwi.
Ostras
Apenas 84 gramas de ostras contêm 10,2 mg de ferro e 116 calorias. Esses superalimentos são ainda uma excelente fonte de vitamina B12.
Peixe
Se você torce o nariz diante de um prato de peixe, é melhor rever seus conceitos alimentares. Isto porque os peixes não só reduzem o risco de depressão, doenças do coração e declínio cognitivo, mas também oferecem uma dose generosa de ferro. Atum fresco, sardinha, salmão são boas opções.
Ervilha fresca
Meia xícara de ervilha fresca cozida contém 4,4 miligramas de ferro e apenas 149 calorias.
Sementes de abóbora
Em 28 gramas de sementes de abóbora torradas você encontra 4,2 miligramas de ferro.
Feijão branco
Outra opção interessante de fonte de ferro é o feijão branco. Meia xícara de feijão cozido oferece 3,9 miligramas de ferro e 153 calorias.
Chocolate amargo
A culta de comer um chocolatinho após o almoço vai ser reduzida depois que você descobrir que ele é um rico antioxidante e ainda oferece 1 miligrama de ferro a cada 28 gramas.
Lentilhas
Cada xícara de lentilha oferece 3,3 miligramas de ferro. E por apenas 115 calorias.
Espinafre
O espinafre cozido perde por pouco para as lentilhas. Meia xícara de espinafre tem 3,2 miligramas de ferro e apenas 21 calorias.
Fonte: Ana Carolina Castro Revista Claudia.

País já registra mais de 4 mil casos de microcefalia .Segundo ministro, 200 novas vítimas surgem todas as semanas .

BRASÍLIA - Um novo boletim que será divulgado hoje pelo Ministério da Saúde informa que o país
 já tem mais de 4 mil casos suspeitos de microcefalia relacionados ao vírus zika desde 2015.
Cerca de 200 novos casos suspeitos estão sendo registrados todas as semanas. 
Os dados foram adiantados ontem por um ministro. 
O governo decidiu que Rio de Janeiro será o centro da estratégia de combate à doença até agosto,
quando terão início as Olimpíadas.
O governo também prepara uma nova campanha de esclarecimento sobre a transmissão da doença, 
e vai trabalhar nesse material com o conceito de guerra ao Aedes aegypti. 
O slogan já está escolhido: “Um mosquito não é mais forte que um país inteiro”.
A ideia é veicular a propaganda nos meios de comunicação de maior alcance — rádio e televisão — e nas redes sociais.
Uma das ideias é dar exemplos de ações preventivas em programas de grande audiência na TV.
O mais recente boletim do ministério, apresentado na quarta-feira passada, apontava 3.893 casos suspeitos de microcefalia,
entre confirmados, em investigação e até mesmo descartados. 
Desses, estavam confirmados seis casos de microcefalia com presença do vírus zika; 
Em 224, foi confirmada a microcefalia, mas apenas com a indicação de infecção pelo vírus.
 Outros 3.381 ainda estavam em investigação. Por fim, já havia 282 casos descartados. 
Em todo o ano de 2014, antes da epidemia atual, tinham sido registrados 147 casos


Fonte: Jornal O Globo POR 


Dez coisas que podemos aprender com o mercado imobiliário dos EUA.

O mercado imobiliário norte-americano tem algumas particularidades que o diferenciam do brasileiro tanto no que se refere aos requisitos para o exercício da profissão como no atendimento ao cliente e no momento de fechar o negócio.

A corretora de imóveis Giselle Pekelman-Dur, brasileira que mora nos Estados Unidos e atua há dois anos nesse mercado lá, nos conta algumas curiosidades:

1-  Para tornar-se um corretor, é necessário ser residente nos Estados Unidos e ter mais de 18 anos, não ter ficha criminal e ser aprovado em três provas de pré-qualificação. Entre as matérias cobradas estão Avaliação de Imóveis, Gestão da Propriedade, Financiamento Imobiliário, Aspectos Jurídicos do Imobiliário, Contabilidade Geral e Direito Empresarial.

2- Depois deste exaustivo processo de habilitação, o corretor escolhe a empresa Broker (imobiliária) para a qual vai trabalhar. Não é possível atuar sem um Broker. Cada empresa cobra uma porcentagem diferente sobre a sua venda.

3- Para vender um imóvel, seu cliente assina um contrato de seis meses a um ano. O corretor não recebe nada até concretizar a venda.

4-  Existe um website para corretores chamado “Multiple Listings”, o MLS. O corretor é obrigado a colocar o imóvel neste site, a não ser que o seu cliente assine um termo especial para que não seja divulgado. Neste website há informações sobre tudo que está disponível no mercado, quem é o corretor e outros detalhes. “Eu posso dar um acesso de cliente, que não tem todos os detalhes, para futuros compradores”, avisa Giselle.

“Temos a obrigação de defender os interesses de nossos clientes e sempre falar a verdade”, pontua.

Quem compra trabalha com outro corretor. O cliente normalmente deve assinar um contrato com seu agente. “Esta prática serve para proteger os corretores, que gastam horas levando clientes para ver imóveis. Sem este contrato, o comprador poderia ter outros corretores trabalhando para ele e seu tempo teria sido gasto sem remuneração”, explica Giselle.

5- Em alguns casos, os imóveis à venda não estão no MLS e o corretor precisa ter contatos para saber destes imóveis. “Esta prática não é muito indicada porque não facilita o marketing da propriedade e, muitas vezes, o imóvel poderia receber uma oferta maior se tivesse sido divulgado”, diz Giselle.

6-  Se o cliente gostar do imóvel, antes de sair para negociar é indicado checar com o banco o quanto conseguirá de empréstimo, evitando só saber que não terá o dinheiro necessário para a compra na hora de fechar o negócio. Quando a oferta é formalizada, é elaborado um documento de 16 páginas com todos os detalhes da casa, taxas e impostos.

7- A transação é  feita por uma empresa terceirizada, Escrow, que lida com o  dinheiro e qualquer licença que o imóvel precisar. O Escrow garante que o dinheiro realmente existe e o transfere para o dono do imóvel. O agente não lida com dinheiro de forma alguma.
Antes de a venda ser fechada, há uma série de inspeções. O comprador negocia para que, o que não estiver em perfeitas condições, seja consertado ou o valor descontado, dentro de um valor máximo permitido.

8-  Quando o dono do imóvel assina o contrato, está ciente de que 6% do valor vão para os agentes, sendo 3% para cada lado (corretor do comprador e corretor do vendedor).

9 – Cada corretor é responsável pelo contrato de seu cliente e pela oferta de compra, que pode ser respondida com outra oferta (todo este processo tem limites e datas muito específicos). O agente tem que estar presente nas inspeções e fazer a sua também, porque, se algo der errado e ele não estava presente ou foi negligente, será responsabilizado e penalizado.

10- O valor do imóvel não é definido pela vontade do dono. É estabelecido por meio de um comparativo entre propriedades vendidas na área que tenham o tamanho igual ou próximo e detalhes semelhantes, como piscina, número de quartos e banheiros. No contrato pode ser especificado que, se não houver ofertas em 30 dias, o preço será reduzido. Nem toda oferta para compra de imóvel é aceita pelo dono.

Fonte: http://g1.globo.com/especial-publicitario/zap/imoveis/noticia/2016/01/dez-coisas-que-podemos-aprender-com-o-mercado-imobiliario-dos-eua.html?utm_source=home-globocom&utm_medium=chamada-editorial&utm_term=16-01-26&utm_content=zap&utm_campaign=imoveis

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Dilma sob ameaça: Veja como é o processo de impeachment.

domingo, 29 de novembro de 2015

Estamos próximos ao Natal, e cada dia penso mais no significado da palavra ser cristão!

Oi gente

Sei que ando lenta para escrever, mas as obrigações de trabalho e família, têm ocupado muito o meu precioso tempo.
Devido alguns acontecimentos, mundiais e pessoais, do cotidiano, sempre penso no significado do ser cristão.

Muitas pessoas confundem, pensam que com ir a igreja, rezar é suficiente. Eu acho que não... é muito mais abrangente este significado. Ser uma pessoa cristã está nas pequenas atitudes do dia a dia. Respeitar e amar o próximo... observar se o próximo precisa de alguma ajuda, espiritual, um conselho, uma pequena gentileza...está em dar exemplos todos os dias do que pensamos em atos. Tanto para os nossos filhos como para a sociedade que nos rodeia.

Não sou perfeita, afinal sou humana, mas Deus sabe que eu sempre olho e me ponho no lugar do outro. valorizo cada coisa que a vida me dá... e cada esforço sempre será reconhecido. Lamentavelmente a sociedade é materialista, vai a igreja, mas não olha nem pensa no próximo, que pode ser um vizinho, um companheiro de trabalho, uma família conhecida... estamos imersos num mundo onde falamos mas não demonstramos... ora falar é fácil, difícil é se colocar no lugar do outro, estender a mão, dar um abraço...
Li um texto de um autor anônimo e me identifiquei, por isso, compartilho com vocês.
 
“Pois eu pela lei morri para a lei, a fim de viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” Gálatas 2:19 e 20

 

O que é ser cristão?

 

Em um dicionário li o seguinte significado para o termo cristão: “o que recebeu o batismo e professa a religião cristã”. A partir desse significado, percebe-se que não significa grandes coisas se dizer cristão. Por essa perspectiva, é somente um termo religioso, não se trata de atitudes práticas. Eu pude identificar alguns tipos de cristãos,  em qual desses perfis você se encaixa:

 

-                      Alguém que nasceu em uma família de tradição cristã (católica ou protestante) e que, por isso, se considera cristão, porém não frequenta nenhuma igreja, nem tampouco lê a Bíblia ou ora com frequência.

 

-                      Alguém que nasceu em uma família de tradição cristã (católica ou protestante) e que, por isso, se considera cristão, frequenta uma igreja religiosamente, sem no entanto ter um encontro real com Cristo, acreditando que ir a igreja aos domingos lhe garante salvação.

 

-                      Alguém que acredita em Jesus Cristo como Filho de Deus e Salvador da humanidade, participa ativamente de uma igreja, mas não deixa a mensagem da graça de Cristo modificar a sua vida, tendo, por isso, uma vida cristã estagnada, sem evolução, sem transformação, seria o morno na fé.

 

-                      Finalmente, alguém que recebeu Cristo como Senhor e Salvador da sua vida de fato. Não apenas fazendo um gesto, levantando a mão após um belo apelo do pastor. Mas recebeu de verdade no coração, busca ao Senhor, tem uma experiência com Ele e O deixa transformar a sua vida diariamente.

 

A primeira coisa que eu pude identificar no texto de Gálatas como necessária para fazermos diferença é ser crucificado com Cristo. Precisamos morrer para nossa  própria vontade e nossos sonhos e vivermos para Deus, conforme a vontade Dele! Paulo disse “não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus...” Ou seja, nossa velha natureza, a partir do momento em que nos entregamos de fato para Cristo, deve ser crucificada, deve morrer, e a nossa nova vida em Cristo deve estar baseada na fé em Jesus.

 

Além disso, Deus requer de nós dedicação exclusiva, tempo integral! Não dá para ser crente em uma parte do dia ou da semana e na outra ser incrédulo! Um cristão verdadeiro é cristão a todo momento. Isso não significa trabalhar muito na igreja ou ter muitos compromissos “cristãos”. Significa que aonde eu for, estarei levando Cristo, pois Ele vive em mim. Não importa se estou na igreja ou no trabalho, meu comportamento deverá ser o mesmo. Então, é preciso que Cristo cresça de tal forma em mim, que tudo que eu falar, pensar ou fizer seja conforme a Sua vontade. Precisamos de fato iluminar e salgar todos os lugares em que colocarmos os nossos pés, a começar na nossa casa.

 

(Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus. Mateus 5:13 a 16)

 

O desejo de Cristo é esse, que a nossa luz resplandeça e que todos vejam as nossas boas obras e glorifiquem a Deus. Jesus disse que ninguém acende uma luz e a esconde. Então, não podemos esconder a luz de Deus que há em nós. É preciso resplandecer. Eu pude identificar também no texto de Gálatas três desses itens fundamentais para que a nossa luz resplandeça: fé, abdicação e amor.

 

-                     Fé. Sem fé é impossível agradar a Deus. É pela fé que recebemos Jesus como nosso Salvador. É pela fé que morremos para o mundo a fim de vivermos para Deus. Pois a fé em Cristo nos dá certeza da vida eterna, nos dá esperança. Precisamos crer!

 

-                     Abdicação. Sem desistirmos de viver por nós mesmos jamais seremos de Cristo. Jamais faremos diferença. É preciso entregar completamente o nosso caminho ao Senhor. É preciso negar a nós mesmos, carregar a nossa cruz e seguir a Cristo. “Em seguida dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, esse a salvará..” (Lucas 9:23 e 24) É preciso dizer de todo coração: “Senhor, não quero viver por mim mesmo, não quero fazer nada por mim mesmo, toma-me em Tuas mãos, me guia pelo Teu caminho, venha viver em mim”!

 

-                     Amor. O amor por Cristo é fundamental, sem amor nada que fizermos em nome Dele se aproveitará e até a nossa vida será vazia de sentido. Esse é o maior mandamento: amar a Deus sobre todas as coisas. Quando realmente amamos a Deus, desejamos ardentemente estar com Ele orando ou lendo a Palavra. O amor é o combustível que nos conduz a Deus. Em segundo lugar, o amor ao próximo é também fundamental na vida de um verdadeiro cristão. Já que tudo que Cristo fez nessa terra foi por amor, nós que dizemos ser seus discípulos temos obrigatoriamente que imitá-lo amando a todos como ele amou.

 

Esses são somente alguns dos ingredientes que precisamos ter para fazer diferença como cristãos verdadeiros onde estivermos.

 

Com tudo o que falamos até agora: ser luz e sal da terra, sermos crucificados com Cristo, ter fé, amor e abdicação... você pode estar pensando: “é muito difícil fazer diferença, olha quantas características eu preciso ter! Jamais vou conseguir ser assim!” Mas a parte boa dessa história toda é que nós não precisamos fazer um esforço gigantesco para conseguirmos ser assim, essa obra não é nossa, não é pelas nossas próprias forças. A diferença quem faz é o Espírito Santo. É a Sua presença em nossas vidas que produz em nós mudança, que nos faz ser sal e luz. O Espírito é quem nos diferencia.

 

Existem “cristãos” que são uma bênção na igreja, mas em casa tratam mal a família, não demonstram amor, ou no trabalho não dão o menor testemunho. Infelizmente são muitos os casos de cristãos desse tipo. Isso acontece porque eles ainda não se deixaram ser transformados pelo Espírito Santo. Provavelmente não estão buscando a Deus como deveriam. Pois o Espírito só age em nós quando O buscamos. Ele é muito educado e não faz algo em nossas vidas se não O convidarmos.

 

Mas ainda bem que existem também cristãos exemplares, são pessoas que onde chegam, seja no trabalho, seja na igreja ou em casa, são as mesmas pessoas, pessoas que demonstram amor, que são testemunhos vivos de Cristo. Esses cristãos são exemplares porque dão lugar para o Espírito Santo agir em suas vidas.

 

Então, podemos ver que fazer diferença não é algo difícil, é um processo natural a partir do momento que você de fato decide buscar a Deus, lendo a Palavra, absorvendo cada um dos ensinamentos de Jesus, dando lugar ao Espírito Santo. É preciso ter a mente repleta da Palavra de Deus, pois como vamos imitá-lo se não o conhecermos? Se quisermos mesmo fazer diferença, precisamos ler a Bíblia com dedicação e procurar dia a dia aplicar o que temos aprendido nela. É fundamental orar sem cessar, está em todo tempo com a mente ligada em Deus. Se fizermos isso naturalmente vamos estar dando lugar para o Espírito Santo agir em nós produzindo todos aqueles frutos: “...o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.” (Gálatas 5:22 a 25)

 

Então, a obra é feita pelo Espírito. O papel que nos cabe é só buscar a Deus! O restante, que é a parte mais difícil, o Espírito de Deus fará em nós. Só precisamos buscar, buscar e buscar. E tem coisa melhor nesse mundo do que buscar a Deus? É tão bom sentir a presença Dele em nossas vidas e sermos guiados por Ele! Vamos andar no Espírito! Não só quando estivermos na igreja, mas em todo momento de nossas vidas, vamos andar no Espírito e nos deixar ser guiados por Ele.

 

Que tipo de cristão você e eu temos sido? Temos vivido de fato aquilo que Cristo ensinou ou temos vivido conforme o que a nossa carne quer? Temos buscado realmente a Deus? Temos dedicado tempo de qualidade à leitura da Palavra? E a oração? Só seremos bons servos quando conhecermos o que agrada e o que não agrada o nosso Senhor. Faça uma autoavaliação nesse momento a respeito da sua vida com Deus.

Uma pena que não estava o nome do autor, termino com os mandamentos do papa Francisco sobre a família. Um pouco de reflexão sempre vem bem! 


Veja, a seguir, algumas frases do Papa sobre família:



1. “E esta é a grande missão da família: arranjar lugar para Jesus que vem, receber Jesus na família, na pessoa dos filhos, do marido, da esposa, dos avós, porque Jesus está aí.” Audiência Geral, 17 de dezembro de 2014.

2. “Três palavras que devem existir sempre em casa: com licença, obrigado, desculpa. Com licença: para não se intrometer na vida dos cônjuges. Com licença, como te parece isto? Com licença, permite-me. Obrigado: agradecer ao cônjuge; obrigado por aquilo que fizeste por mim, obrigado por isto. A beleza da gratidão! E dado que todos nós erramos, há outra palavra um pouco difícil de pronunciar, mas necessária: desculpa.” Catequese, 2 de Abril de 2014.
3. “Aquilo que mais pesa na vida é a falta de amor. Pesa não receber um sorriso, não ser benquisto. Pesam certos silêncios, às vezes mesmo em família, entre marido e esposa, entre pais e filhos, entre irmãos. Sem amor, a fadiga torna-se mais pesada, intolerável.” Discurso às Famílias, 26 de Outubro de 2013
4. “Sim, ser mãe não significa só trazer um filho ao mundo, mas é também uma opção de vida: o que é que uma mãe escolhe? Qual é a opção de vida de uma mãe? A opção de vida de uma mãe é a opção de dar vida. E isto é grande, isto é belo.”  Audiência Geral, 7 de janeiro de 2015.
5. “O pai procura ensinar ao filho aquilo que ele ainda não sabe, corrigir os erros que ainda não vê, orientar o seu coração, protegê-lo no desânimo e na dificuldade. Tudo isso com proximidade, com doçura e com uma firmeza que não humilhe.” Audiência Geral. 4 de fevereiro de 2015.
6. “A família atravessa uma crise cultural profunda, como todas as comunidades e vínculos sociais. No caso da família, a fragilidade dos vínculos reveste-se de especial gravidade, porque se trata da célula básica da sociedade.” Exortação Apostólica EvangeliiGaudium, 2013

7. “O verdadeiro vínculo é sempre com o Senhor. Todas as famílias têm necessidade de Deus: todas, todas! Necessidade da Sua ajuda, da Sua força, da Sua bênção, da Sua misericórdia, do Seu perdão. E requer-se simplicidade. Para rezar em família requer-se simplicidade! Quando a família reza unida o vínculo torna-se mais forte”. Homilia da Missa do Encontro de Famílias, que se realizou em Roma em outubro de 2013.

 8. “O matrimônio é uma longa viajem que dura toda a vida, e necessitam da ajuda de Jesus para caminhar juntos, com confiança, para se acolherem, um ao outro todos os dias, e perdoarem-se todos os dias; e isto é importante nas famílias, saberem perdoar-se. Porque todos nós temos defeitos. Todos!”. Encontro de Famílias em Roma em outubro de 2013.

 9. “Uma sociedade que descarta os seus idosos é uma sociedade sem dignidade, perde as suas raízes e vigor; uma sociedade que não se rodeia de filhos, que os considera um problema, um peso, não tem futuro.” Audiência Geral, 10 de fevereiro de 2015.

 10. “A verdadeira alegria vem da harmonia profunda entre as pessoas, que todos experimentam no seu coração e que nos faz sentir a beleza de estar juntos, de apoiar-se mutuamente no caminho da vida”. Missa de encerramento do Encontro de Famílias, em Roma.