domingo, 5 de junho de 2016

Para onde se dirige o Mundo...


Há vários dias que eu me encontro com a mesma pergunta:
Para onde se dirige o nosso planeta...
Crises econômicas, políticas, religiosas, morais...são tantos os problemas que nos afetam diariamente que o que mais me surpreende é a capacidade do ser humano em transformar coisas que nao deveriam acontecer, em rotineiras, cotidianas...
O ser humano, já por si, é egoísta...mas são os pequenos gestos, que nos fazem diferentes e nos aproximam de Deus.
Sou católica e respeito todas as religiões, sem nenhum preconceito, cada um encontra Deus de uma maneira diferente, o importante é acreditar e manter a harmonia e a paz entre os homens.
Penso porque nenhuma das grandes potencias colocam um ponto final nas guerras que circulam pelo mundo árabe, são milhares de seres humanos tratando de sobreviver a um inferno...perdem suas casas, vidas, sua dignidade...porque a Africa é um continente abandonado? Milhares de pessoas vivendo em péssimas condições...sem nenhuma infra-estrutura, sem nenhuma esperança de um mundo melhor.
Repassando um proverbio da Biblia:   Quem é generoso será abençoado, pois reparte o seu pão com o pobre. 
Provérbios 22:9...
Lembrem-se: aquele que semeia pouco também colherá pouco, e aquele que semeia com fartura também colherá fartamente. Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria. 
2 Coríntios 9:6-7

Por isso no meu dia a dia trato de passar a mensagem de que juntos podemos construir um mundo melhor e fazer tudo o que está ao meu alcance para que todos tenhamos um nundo em paz...e cada um,fazendo sua parte, seguiremos os passos do nosso Pai.

A politica está suja, contaminada, pelos interesses particulares...as pessoas que governam as grandes potências deveriam pensar o que estamos fazendo com o nosso planeta, com os nossos semelhantes...
nada é fácil, temos que pensar a longo prazo, porque esse longo prazo está muito próximo...e se continuarmos com essa postura egoísta e nao ajudar o próximo, nao teremos um mundo para os nossos filhos...  

É para pensar....
Danielle

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

10 alimentos ricos em ferro para turbinar seu cardápio.

Manter uma dieta rica em ferro não é uma tarefa simples, mas escolhendo os alimentos corretos fica bem mais simples. O recomendado para as mulheres é um consumo mínimo de 18 miligramas por dia. Para os homens, a ingestão mínima diária é de 8 miligramas. Aliando o consumo ao de alimentos ricos em vitamina C, a absorção do ferro é potencializada no organismo.
Veja 10 alimentos ricos em ferro que devem ser incluídos na dieta já!
Mariscos
Ricos em potássio e vitamina B12, os mariscos oferecem 23,8 miligramas de ferro a cada 84 gramas. Cereais Você vai se surpreender com a quantidade de ferro que pode obter a partir de cereais. A maioria dos produtos disponíveis nas gôndolas dos supermercados está repleta de adições de açúcares. Prefira as marcas que oferecem grãos inteiros de aveias simples. O prato fica ainda mais nutritivo se acompanhado de alimentos ricos em vitamina C, como laranja, acerola e kiwi.
Ostras
Apenas 84 gramas de ostras contêm 10,2 mg de ferro e 116 calorias. Esses superalimentos são ainda uma excelente fonte de vitamina B12.
Peixe
Se você torce o nariz diante de um prato de peixe, é melhor rever seus conceitos alimentares. Isto porque os peixes não só reduzem o risco de depressão, doenças do coração e declínio cognitivo, mas também oferecem uma dose generosa de ferro. Atum fresco, sardinha, salmão são boas opções.
Ervilha fresca
Meia xícara de ervilha fresca cozida contém 4,4 miligramas de ferro e apenas 149 calorias.
Sementes de abóbora
Em 28 gramas de sementes de abóbora torradas você encontra 4,2 miligramas de ferro.
Feijão branco
Outra opção interessante de fonte de ferro é o feijão branco. Meia xícara de feijão cozido oferece 3,9 miligramas de ferro e 153 calorias.
Chocolate amargo
A culta de comer um chocolatinho após o almoço vai ser reduzida depois que você descobrir que ele é um rico antioxidante e ainda oferece 1 miligrama de ferro a cada 28 gramas.
Lentilhas
Cada xícara de lentilha oferece 3,3 miligramas de ferro. E por apenas 115 calorias.
Espinafre
O espinafre cozido perde por pouco para as lentilhas. Meia xícara de espinafre tem 3,2 miligramas de ferro e apenas 21 calorias.
Fonte: Ana Carolina Castro Revista Claudia.

País já registra mais de 4 mil casos de microcefalia .Segundo ministro, 200 novas vítimas surgem todas as semanas .

BRASÍLIA - Um novo boletim que será divulgado hoje pelo Ministério da Saúde informa que o país
 já tem mais de 4 mil casos suspeitos de microcefalia relacionados ao vírus zika desde 2015.
Cerca de 200 novos casos suspeitos estão sendo registrados todas as semanas. 
Os dados foram adiantados ontem por um ministro. 
O governo decidiu que Rio de Janeiro será o centro da estratégia de combate à doença até agosto,
quando terão início as Olimpíadas.
O governo também prepara uma nova campanha de esclarecimento sobre a transmissão da doença, 
e vai trabalhar nesse material com o conceito de guerra ao Aedes aegypti. 
O slogan já está escolhido: “Um mosquito não é mais forte que um país inteiro”.
A ideia é veicular a propaganda nos meios de comunicação de maior alcance — rádio e televisão — e nas redes sociais.
Uma das ideias é dar exemplos de ações preventivas em programas de grande audiência na TV.
O mais recente boletim do ministério, apresentado na quarta-feira passada, apontava 3.893 casos suspeitos de microcefalia,
entre confirmados, em investigação e até mesmo descartados. 
Desses, estavam confirmados seis casos de microcefalia com presença do vírus zika; 
Em 224, foi confirmada a microcefalia, mas apenas com a indicação de infecção pelo vírus.
 Outros 3.381 ainda estavam em investigação. Por fim, já havia 282 casos descartados. 
Em todo o ano de 2014, antes da epidemia atual, tinham sido registrados 147 casos


Fonte: Jornal O Globo POR 


Dez coisas que podemos aprender com o mercado imobiliário dos EUA.

O mercado imobiliário norte-americano tem algumas particularidades que o diferenciam do brasileiro tanto no que se refere aos requisitos para o exercício da profissão como no atendimento ao cliente e no momento de fechar o negócio.

A corretora de imóveis Giselle Pekelman-Dur, brasileira que mora nos Estados Unidos e atua há dois anos nesse mercado lá, nos conta algumas curiosidades:

1-  Para tornar-se um corretor, é necessário ser residente nos Estados Unidos e ter mais de 18 anos, não ter ficha criminal e ser aprovado em três provas de pré-qualificação. Entre as matérias cobradas estão Avaliação de Imóveis, Gestão da Propriedade, Financiamento Imobiliário, Aspectos Jurídicos do Imobiliário, Contabilidade Geral e Direito Empresarial.

2- Depois deste exaustivo processo de habilitação, o corretor escolhe a empresa Broker (imobiliária) para a qual vai trabalhar. Não é possível atuar sem um Broker. Cada empresa cobra uma porcentagem diferente sobre a sua venda.

3- Para vender um imóvel, seu cliente assina um contrato de seis meses a um ano. O corretor não recebe nada até concretizar a venda.

4-  Existe um website para corretores chamado “Multiple Listings”, o MLS. O corretor é obrigado a colocar o imóvel neste site, a não ser que o seu cliente assine um termo especial para que não seja divulgado. Neste website há informações sobre tudo que está disponível no mercado, quem é o corretor e outros detalhes. “Eu posso dar um acesso de cliente, que não tem todos os detalhes, para futuros compradores”, avisa Giselle.

“Temos a obrigação de defender os interesses de nossos clientes e sempre falar a verdade”, pontua.

Quem compra trabalha com outro corretor. O cliente normalmente deve assinar um contrato com seu agente. “Esta prática serve para proteger os corretores, que gastam horas levando clientes para ver imóveis. Sem este contrato, o comprador poderia ter outros corretores trabalhando para ele e seu tempo teria sido gasto sem remuneração”, explica Giselle.

5- Em alguns casos, os imóveis à venda não estão no MLS e o corretor precisa ter contatos para saber destes imóveis. “Esta prática não é muito indicada porque não facilita o marketing da propriedade e, muitas vezes, o imóvel poderia receber uma oferta maior se tivesse sido divulgado”, diz Giselle.

6-  Se o cliente gostar do imóvel, antes de sair para negociar é indicado checar com o banco o quanto conseguirá de empréstimo, evitando só saber que não terá o dinheiro necessário para a compra na hora de fechar o negócio. Quando a oferta é formalizada, é elaborado um documento de 16 páginas com todos os detalhes da casa, taxas e impostos.

7- A transação é  feita por uma empresa terceirizada, Escrow, que lida com o  dinheiro e qualquer licença que o imóvel precisar. O Escrow garante que o dinheiro realmente existe e o transfere para o dono do imóvel. O agente não lida com dinheiro de forma alguma.
Antes de a venda ser fechada, há uma série de inspeções. O comprador negocia para que, o que não estiver em perfeitas condições, seja consertado ou o valor descontado, dentro de um valor máximo permitido.

8-  Quando o dono do imóvel assina o contrato, está ciente de que 6% do valor vão para os agentes, sendo 3% para cada lado (corretor do comprador e corretor do vendedor).

9 – Cada corretor é responsável pelo contrato de seu cliente e pela oferta de compra, que pode ser respondida com outra oferta (todo este processo tem limites e datas muito específicos). O agente tem que estar presente nas inspeções e fazer a sua também, porque, se algo der errado e ele não estava presente ou foi negligente, será responsabilizado e penalizado.

10- O valor do imóvel não é definido pela vontade do dono. É estabelecido por meio de um comparativo entre propriedades vendidas na área que tenham o tamanho igual ou próximo e detalhes semelhantes, como piscina, número de quartos e banheiros. No contrato pode ser especificado que, se não houver ofertas em 30 dias, o preço será reduzido. Nem toda oferta para compra de imóvel é aceita pelo dono.

Fonte: http://g1.globo.com/especial-publicitario/zap/imoveis/noticia/2016/01/dez-coisas-que-podemos-aprender-com-o-mercado-imobiliario-dos-eua.html?utm_source=home-globocom&utm_medium=chamada-editorial&utm_term=16-01-26&utm_content=zap&utm_campaign=imoveis

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Dilma sob ameaça: Veja como é o processo de impeachment.

domingo, 29 de novembro de 2015

Estamos próximos ao Natal, e cada dia penso mais no significado da palavra ser cristão!

Oi gente

Sei que ando lenta para escrever, mas as obrigações de trabalho e família, têm ocupado muito o meu precioso tempo.
Devido alguns acontecimentos, mundiais e pessoais, do cotidiano, sempre penso no significado do ser cristão.

Muitas pessoas confundem, pensam que com ir a igreja, rezar é suficiente. Eu acho que não... é muito mais abrangente este significado. Ser uma pessoa cristã está nas pequenas atitudes do dia a dia. Respeitar e amar o próximo... observar se o próximo precisa de alguma ajuda, espiritual, um conselho, uma pequena gentileza...está em dar exemplos todos os dias do que pensamos em atos. Tanto para os nossos filhos como para a sociedade que nos rodeia.

Não sou perfeita, afinal sou humana, mas Deus sabe que eu sempre olho e me ponho no lugar do outro. valorizo cada coisa que a vida me dá... e cada esforço sempre será reconhecido. Lamentavelmente a sociedade é materialista, vai a igreja, mas não olha nem pensa no próximo, que pode ser um vizinho, um companheiro de trabalho, uma família conhecida... estamos imersos num mundo onde falamos mas não demonstramos... ora falar é fácil, difícil é se colocar no lugar do outro, estender a mão, dar um abraço...
Li um texto de um autor anônimo e me identifiquei, por isso, compartilho com vocês.
 
“Pois eu pela lei morri para a lei, a fim de viver para Deus. Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” Gálatas 2:19 e 20

 

O que é ser cristão?

 

Em um dicionário li o seguinte significado para o termo cristão: “o que recebeu o batismo e professa a religião cristã”. A partir desse significado, percebe-se que não significa grandes coisas se dizer cristão. Por essa perspectiva, é somente um termo religioso, não se trata de atitudes práticas. Eu pude identificar alguns tipos de cristãos,  em qual desses perfis você se encaixa:

 

-                      Alguém que nasceu em uma família de tradição cristã (católica ou protestante) e que, por isso, se considera cristão, porém não frequenta nenhuma igreja, nem tampouco lê a Bíblia ou ora com frequência.

 

-                      Alguém que nasceu em uma família de tradição cristã (católica ou protestante) e que, por isso, se considera cristão, frequenta uma igreja religiosamente, sem no entanto ter um encontro real com Cristo, acreditando que ir a igreja aos domingos lhe garante salvação.

 

-                      Alguém que acredita em Jesus Cristo como Filho de Deus e Salvador da humanidade, participa ativamente de uma igreja, mas não deixa a mensagem da graça de Cristo modificar a sua vida, tendo, por isso, uma vida cristã estagnada, sem evolução, sem transformação, seria o morno na fé.

 

-                      Finalmente, alguém que recebeu Cristo como Senhor e Salvador da sua vida de fato. Não apenas fazendo um gesto, levantando a mão após um belo apelo do pastor. Mas recebeu de verdade no coração, busca ao Senhor, tem uma experiência com Ele e O deixa transformar a sua vida diariamente.

 

A primeira coisa que eu pude identificar no texto de Gálatas como necessária para fazermos diferença é ser crucificado com Cristo. Precisamos morrer para nossa  própria vontade e nossos sonhos e vivermos para Deus, conforme a vontade Dele! Paulo disse “não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus...” Ou seja, nossa velha natureza, a partir do momento em que nos entregamos de fato para Cristo, deve ser crucificada, deve morrer, e a nossa nova vida em Cristo deve estar baseada na fé em Jesus.

 

Além disso, Deus requer de nós dedicação exclusiva, tempo integral! Não dá para ser crente em uma parte do dia ou da semana e na outra ser incrédulo! Um cristão verdadeiro é cristão a todo momento. Isso não significa trabalhar muito na igreja ou ter muitos compromissos “cristãos”. Significa que aonde eu for, estarei levando Cristo, pois Ele vive em mim. Não importa se estou na igreja ou no trabalho, meu comportamento deverá ser o mesmo. Então, é preciso que Cristo cresça de tal forma em mim, que tudo que eu falar, pensar ou fizer seja conforme a Sua vontade. Precisamos de fato iluminar e salgar todos os lugares em que colocarmos os nossos pés, a começar na nossa casa.

 

(Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus. Mateus 5:13 a 16)

 

O desejo de Cristo é esse, que a nossa luz resplandeça e que todos vejam as nossas boas obras e glorifiquem a Deus. Jesus disse que ninguém acende uma luz e a esconde. Então, não podemos esconder a luz de Deus que há em nós. É preciso resplandecer. Eu pude identificar também no texto de Gálatas três desses itens fundamentais para que a nossa luz resplandeça: fé, abdicação e amor.

 

-                     Fé. Sem fé é impossível agradar a Deus. É pela fé que recebemos Jesus como nosso Salvador. É pela fé que morremos para o mundo a fim de vivermos para Deus. Pois a fé em Cristo nos dá certeza da vida eterna, nos dá esperança. Precisamos crer!

 

-                     Abdicação. Sem desistirmos de viver por nós mesmos jamais seremos de Cristo. Jamais faremos diferença. É preciso entregar completamente o nosso caminho ao Senhor. É preciso negar a nós mesmos, carregar a nossa cruz e seguir a Cristo. “Em seguida dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, esse a salvará..” (Lucas 9:23 e 24) É preciso dizer de todo coração: “Senhor, não quero viver por mim mesmo, não quero fazer nada por mim mesmo, toma-me em Tuas mãos, me guia pelo Teu caminho, venha viver em mim”!

 

-                     Amor. O amor por Cristo é fundamental, sem amor nada que fizermos em nome Dele se aproveitará e até a nossa vida será vazia de sentido. Esse é o maior mandamento: amar a Deus sobre todas as coisas. Quando realmente amamos a Deus, desejamos ardentemente estar com Ele orando ou lendo a Palavra. O amor é o combustível que nos conduz a Deus. Em segundo lugar, o amor ao próximo é também fundamental na vida de um verdadeiro cristão. Já que tudo que Cristo fez nessa terra foi por amor, nós que dizemos ser seus discípulos temos obrigatoriamente que imitá-lo amando a todos como ele amou.

 

Esses são somente alguns dos ingredientes que precisamos ter para fazer diferença como cristãos verdadeiros onde estivermos.

 

Com tudo o que falamos até agora: ser luz e sal da terra, sermos crucificados com Cristo, ter fé, amor e abdicação... você pode estar pensando: “é muito difícil fazer diferença, olha quantas características eu preciso ter! Jamais vou conseguir ser assim!” Mas a parte boa dessa história toda é que nós não precisamos fazer um esforço gigantesco para conseguirmos ser assim, essa obra não é nossa, não é pelas nossas próprias forças. A diferença quem faz é o Espírito Santo. É a Sua presença em nossas vidas que produz em nós mudança, que nos faz ser sal e luz. O Espírito é quem nos diferencia.

 

Existem “cristãos” que são uma bênção na igreja, mas em casa tratam mal a família, não demonstram amor, ou no trabalho não dão o menor testemunho. Infelizmente são muitos os casos de cristãos desse tipo. Isso acontece porque eles ainda não se deixaram ser transformados pelo Espírito Santo. Provavelmente não estão buscando a Deus como deveriam. Pois o Espírito só age em nós quando O buscamos. Ele é muito educado e não faz algo em nossas vidas se não O convidarmos.

 

Mas ainda bem que existem também cristãos exemplares, são pessoas que onde chegam, seja no trabalho, seja na igreja ou em casa, são as mesmas pessoas, pessoas que demonstram amor, que são testemunhos vivos de Cristo. Esses cristãos são exemplares porque dão lugar para o Espírito Santo agir em suas vidas.

 

Então, podemos ver que fazer diferença não é algo difícil, é um processo natural a partir do momento que você de fato decide buscar a Deus, lendo a Palavra, absorvendo cada um dos ensinamentos de Jesus, dando lugar ao Espírito Santo. É preciso ter a mente repleta da Palavra de Deus, pois como vamos imitá-lo se não o conhecermos? Se quisermos mesmo fazer diferença, precisamos ler a Bíblia com dedicação e procurar dia a dia aplicar o que temos aprendido nela. É fundamental orar sem cessar, está em todo tempo com a mente ligada em Deus. Se fizermos isso naturalmente vamos estar dando lugar para o Espírito Santo agir em nós produzindo todos aqueles frutos: “...o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito.” (Gálatas 5:22 a 25)

 

Então, a obra é feita pelo Espírito. O papel que nos cabe é só buscar a Deus! O restante, que é a parte mais difícil, o Espírito de Deus fará em nós. Só precisamos buscar, buscar e buscar. E tem coisa melhor nesse mundo do que buscar a Deus? É tão bom sentir a presença Dele em nossas vidas e sermos guiados por Ele! Vamos andar no Espírito! Não só quando estivermos na igreja, mas em todo momento de nossas vidas, vamos andar no Espírito e nos deixar ser guiados por Ele.

 

Que tipo de cristão você e eu temos sido? Temos vivido de fato aquilo que Cristo ensinou ou temos vivido conforme o que a nossa carne quer? Temos buscado realmente a Deus? Temos dedicado tempo de qualidade à leitura da Palavra? E a oração? Só seremos bons servos quando conhecermos o que agrada e o que não agrada o nosso Senhor. Faça uma autoavaliação nesse momento a respeito da sua vida com Deus.

Uma pena que não estava o nome do autor, termino com os mandamentos do papa Francisco sobre a família. Um pouco de reflexão sempre vem bem! 


Veja, a seguir, algumas frases do Papa sobre família:



1. “E esta é a grande missão da família: arranjar lugar para Jesus que vem, receber Jesus na família, na pessoa dos filhos, do marido, da esposa, dos avós, porque Jesus está aí.” Audiência Geral, 17 de dezembro de 2014.

2. “Três palavras que devem existir sempre em casa: com licença, obrigado, desculpa. Com licença: para não se intrometer na vida dos cônjuges. Com licença, como te parece isto? Com licença, permite-me. Obrigado: agradecer ao cônjuge; obrigado por aquilo que fizeste por mim, obrigado por isto. A beleza da gratidão! E dado que todos nós erramos, há outra palavra um pouco difícil de pronunciar, mas necessária: desculpa.” Catequese, 2 de Abril de 2014.
3. “Aquilo que mais pesa na vida é a falta de amor. Pesa não receber um sorriso, não ser benquisto. Pesam certos silêncios, às vezes mesmo em família, entre marido e esposa, entre pais e filhos, entre irmãos. Sem amor, a fadiga torna-se mais pesada, intolerável.” Discurso às Famílias, 26 de Outubro de 2013
4. “Sim, ser mãe não significa só trazer um filho ao mundo, mas é também uma opção de vida: o que é que uma mãe escolhe? Qual é a opção de vida de uma mãe? A opção de vida de uma mãe é a opção de dar vida. E isto é grande, isto é belo.”  Audiência Geral, 7 de janeiro de 2015.
5. “O pai procura ensinar ao filho aquilo que ele ainda não sabe, corrigir os erros que ainda não vê, orientar o seu coração, protegê-lo no desânimo e na dificuldade. Tudo isso com proximidade, com doçura e com uma firmeza que não humilhe.” Audiência Geral. 4 de fevereiro de 2015.
6. “A família atravessa uma crise cultural profunda, como todas as comunidades e vínculos sociais. No caso da família, a fragilidade dos vínculos reveste-se de especial gravidade, porque se trata da célula básica da sociedade.” Exortação Apostólica EvangeliiGaudium, 2013

7. “O verdadeiro vínculo é sempre com o Senhor. Todas as famílias têm necessidade de Deus: todas, todas! Necessidade da Sua ajuda, da Sua força, da Sua bênção, da Sua misericórdia, do Seu perdão. E requer-se simplicidade. Para rezar em família requer-se simplicidade! Quando a família reza unida o vínculo torna-se mais forte”. Homilia da Missa do Encontro de Famílias, que se realizou em Roma em outubro de 2013.

 8. “O matrimônio é uma longa viajem que dura toda a vida, e necessitam da ajuda de Jesus para caminhar juntos, com confiança, para se acolherem, um ao outro todos os dias, e perdoarem-se todos os dias; e isto é importante nas famílias, saberem perdoar-se. Porque todos nós temos defeitos. Todos!”. Encontro de Famílias em Roma em outubro de 2013.

 9. “Uma sociedade que descarta os seus idosos é uma sociedade sem dignidade, perde as suas raízes e vigor; uma sociedade que não se rodeia de filhos, que os considera um problema, um peso, não tem futuro.” Audiência Geral, 10 de fevereiro de 2015.

 10. “A verdadeira alegria vem da harmonia profunda entre as pessoas, que todos experimentam no seu coração e que nos faz sentir a beleza de estar juntos, de apoiar-se mutuamente no caminho da vida”. Missa de encerramento do Encontro de Famílias, em Roma.



sábado, 6 de junho de 2015

O Mundo está perdido???

Bom dia pessoal

De esta vez é uma desabafo pessoal e talvez coletivo...alguns podem se sentir refletidos...
O que anda acontecendo com a sociedade. Falo em geral, não só na Argentina, mas em todos os países.
O mundo está perdido... poderemos mudar essas ondas de violência desmedida, essa troca de valores onde tudo passa por $$$ quanto você tem e não quem você é?
Nos últimos tempos a inversão de valores vem se transformando numa mudança de paradigmas?
Hoje a sociedade é um reflexo da corrupção, da impunidade, da riqueza excessiva, do egoísmo...
A família vem perdendo seu papel principal, ser família ( conjunto de pessoas que possuem grau de parentesco entre si e vivem na mesma casa formando um lar. A família é considerada uma instituição responsável por promover a educação dos filhos e influenciar o comportamento dos mesmos no meio social. O papel da família no desenvolvimento de cada indivíduo é de fundamental importância. É no seio familiar que são transmitidos os valores morais e sociais que servirão de base para o processo de socialização da criança, bem como as tradições e os costumes perpetuados através de gerações.)
Isso lamentavelmente esta modificando, estão colocando nos professores todo o peso da Educação. O Professor ensina conteúdos de suas matérias, transmite conhecimento, experiências...) mas não é psicólogo,  não é pai dos estudantes para colocar os limites claros das normas de boa conduta e educação...Isso é dever dos pais!
Vejo cada dia que passa que a corda arrebenta no lado mais fraco... a Família não está se OCUPANDO da educação dos seus filhos.... hoje crianças e adolescentes não estudam, tiram más notas e a culpa é do professor... meninos abusam de meninas da mesma idade (12/13 anos) e a culpa é da menina... que foi a vitima... todos os papéis trocados...
Vejo as saídas da escola e filhos que respondem violentamente seus pais, inclusive, já observei até agressões... e não falo de classes sociais porque isso acontece em todas...
O que está acontecendo com a sociedade... sempre encontram uma desculpa para o agressor... mas não vem que no fundo o problema é a FAMÍLIA que está decadente... pais que se preocupam se seus filhos se divertem para serem felizes e não vem que para ser uma pessoa feliz e viver em sociedade tem que dar limites e respeito... porque o final da história é lamentável, terminam em delinquentes, pessoas inescrupulosas... e outras coisas mais...
Nós terminamos nos acostumando a fatos que deveriam nos surpreender e cobrar mais de toda a sociedade mais responsabilidades pela educação dos seus filhos... sigamos os modelos de pessoas honestas, trabalhadoras, pensemos nos nossos pais e avós que se fizeram na vida com sacrifícios... a vida não é só uma festa, é 90% de sacrifício para conseguir ser uma pessoa do bem!!!
 Danielle Giani

sábado, 28 de março de 2015

Homenagem ao Professor Hélio Alonso

Este texto é uma homenagem ao professor Hélio Alonso, criador da Facha, Universidade que eu estudei com muito orgulho, onde tive sem dúvida os melhores professores dos meios de comunicação, e todos os meus estágios sairam de lá, do Jornal O Fluminense em Niterói, das assessorias de imprensa, da Tv Bandeirantes até chegar a artplan... obrigada professor Hélio Alonso por ter criado essa faculdade que não só me ensinou sobre a minha carreira, como aprendi muito sobre a VIDA. Obrigada a Marcia Alonso por ter me autorizado colocar essa linda história no meu blog.
O céu vai recebê-lo de braços abertos a um grande homem!!! Que em paz descanse, que tenho certeza que ele estará iluminando todos nós com seu conhecimento.
Professor Hélio Alonso

Nasceu...

Filho do operário espanhol Miguel Alonso e da dona de casa Arcelina Alonso, Hélio Alonso nasceu em casa, à Rua Prefeito Vila Nova nº 29, em Barreto, Niterói, Estado do Rio de Janeiro, no dia 8 de setembro de 1928.

Seu primeiro contato com a vida acadêmica foi em 1935, aos sete anos, quando estudou na Escola Pública Primária João Ribeiro. O resto do dia passava livremente, jogando bola, procurando caranguejo no mangue e fazendo pequenas travessuras no quintal de casa. Aliás, nessa época, jogar bola (e futebol de botão) já era seu esporte predileto. Chegou até a participar da equipe infantil do bairro como lateral esquerdo.

 O gosto pela leitura e a vocação para ensinar, ao que tudo indica, foi herança paterna: “Meu pai era muito versátil, porque, além de trabalhar o dia inteiro na fábrica, no fim de semana juntava gente em casa para dar aula, para alfabetizar. Tínhamos uma boa biblioteca. Com sete para nove anos eu já sabia ler bem”, contou o Prof. Hélio Alonso.

 Aos 14 anos, tendo apenas o primário, conquista seu segundo diploma, o Curso de Datilografia. Já morando no Rio de Janeiro, começa a trabalhar no Sindicato de Mestres e Contramestres da Indústria de Fiação e Tecelagem do RJ, seu primeiro emprego.

Em 1949 serve as Forças Armadas (Dragões da Independência). Apesar do rigor com os soldados, como era bom datilógrafo, e sabia bem o Português, acabou privilegiado, ficando lotado na sessão (Mobilizadora) responsável pelos projetos de armamento, de guarda de armas, no escritório.

Em 1950 passa no concurso do Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários – IAPI(atual INSS) e no vestibular da Faculdade Nacional de Direito, a melhor da época. No ano seguinte entra para a Pontifícia Universidade Católica (PUC) e inicia os estudos de LetrasClássicas – Português, Latim e Grego.

 O pioneirismo e a capacidade de enxergar à frente do seu tempo levaram-no a criar, em 1954, um dos primeiros cursos pré-vestibulares do Brasil. Logo após, em 1955, se forma em Direito e Letras. 

Logo após o seu casamento, em 1957 nasce Cláudia, sua primeira filha com sua eterna companheira, Josephina. Em 1961 e 1964, nascem suas outras duas filhas, Márcia e Andréia. Em 1969, ainda movido pelo seu espírito empreendedor, funda a OHAEC- Organização Hélio Alonso de Educação e Cultura.

Em 1971, durante um período conturbado no nosso país, o prof. Hélio Alonso cria a primeira faculdade particular de Comunicação do Brasil: Faculdades Integradas Hélio Alonso. Logo após, em 1973, nascia o curso de Turismo.  

Em 1975, a OHAEC funda o Colégio Hélio Alonso, para completar o projeto educacional do seu mentor, que era dar atendimento a todos os níveis de ensino, desde o infantil até o superior. 

Com o crescimento da OHAEC, o prof. Hélio sentiu necessidade de criar uma house agency para cuidar da comunicação do grupo. Nascia em 1981, a ACHA - Agência de Comunicação Hélio Alonso. Logo após, em 1987, é criada a Heliotur - agência de turismo do grupo. 

As décadas de 80 e 90 ficaram marcadas pelas várias homenagens recebidas pelo prof. Hélio Alonso. Dentre as muitas, podemos destacar: Título de Cidadão Benemérito do Estado do Rio de Janeiro (1985), o Título de Cidadão Honorário da Cidade do Rio de Janeiro (1987), a Medalha Tiradentes (1998) e o Prêmio Adolpho Bloch Categoria Cultura, concedido pela FIERJ (1998).

Em 2006, realizou seu sonho de fundar o curso de Direito da FACHA. E seis anos depois, já em 2012, deixou suas marcas na Calçada da Fama de Ipanema e no ano seguinte ganhou a cadeira 23 na Academia Fluminense de Letras. 

Em 2014 lançou o curso tecnólogo em Gestão Desportiva da FACHA, o primeiro do Rio de Janeiro, além de finalizar o processo para lançamento de novos cursos de graduação para 2015. E pela terceira vez, recebeu o título de Personalidade Educacional do Ano (2005, 2012 e 2014), prêmio conferido pela Folha Dirigida, Associação Brasileira de Imprensa – ABI e Academia Brasileira de Educação, mantendo a tradição de pioneiro na Educação e passando a fazer parte da Galeria dos Grandes Educadores.

No início deste ano (2015), lança a tão esperada Escola de Pós-graduação com mais de 20 cursos nas áreas do Direito, Arte e Cultura, Comunicação e Marketing e Gestão de Negócios. 

Na madrugada de 26 de março de 2015, o prof. Hélio Alonso nos deixou após uma parada cardiorrespiratória. Como um guerreiro, lutou por longos meses tentando superar dificuldades de saúde, mas não resistiu. Fica para todos a grandiosidade de sua obra como educador, a sua generosidade como ser humano e seu afeto incondicional pela família.



“Educador, empreendedor, visionário, democrata e craque de futebol. Mas preferia ser chamado de professor.”

Fica a saudade e obra de um grande mestre! Saudades!!!
Desde Buenos Aires, Danielle Giani ex aluna FACHA de Comunicação Social com especialização em jornalismo com muito orgulho, obrigada professor Hélio Alonso. 

 

 

 

8 dicas para reduzir o estresse sem nem sair da cadeira.

Você pode estar em sua cadeira no escritório ou em sua poltrona reclinável, não importa: é só ficar sentada, relaxar e se reenergizar.

 amídala, a parte do cérebro que identifica o perigo e ativa o corpo para entrar no modo "lutar ou fugir", é muito boa quando se trata de reagir a perigos potenciais. Talvez até boa demais. Para muitos de nós, os fatores estressantes do ritmo eternamente acelerado da vida moderna estimulam a amídala e, desse modo, mantêm nosso corpo no chamado estado de estresse. Nos acostumamos a viver em estado de alerta máximo e continuamos estressados, mesmo que não haja nenhum perigo à vista. Uma única reação ao estresse pode ter valor enorme, mas o estresse crônico coloca nossa saúde em risco.

Com frequência, as atividades de lazer que praticamos com o intuito de relaxar, nossas tentativas de reduzir nosso nível de estresse - como sair de férias, fazer aulas de ioga, praticar nossos hobbies ou até receber uma massagem - não conseguem manter nosso nível de estresse em patamar baixo. Por que? Para começar, porque nos estressamos por tentar inserir essas atividades em nossas vidas hiperocupadas (e tentar pagar por elas) e porque os momentos de descontração que podemos vivenciar muitas vezes não se prolongam na nossa vida cotidiana.
Então como você pode se recuperar todos os dias, de maneira simples e eficaz? Não faça nada, simplesmente fique sentada. Ali mesmo, em sua cadeira. Afinal, são os pequenos momentos de paz ao longo do dia que fazem uma diferença grande para seu nível de estresse. No livro "Shortcuts to Inner Peace" (Atalhos para a Paz Interior), são apresentadas técnicas eficazes de relaxamento. Confira aqui oito dessas técnicas. Você pode estar em sua cadeira no escritório ou em sua poltrona reclinável, não importa - é só ficar sentada, relaxar e se reenergizar.
As primeiras quatro práticas podem ser feitas de olhos abertos, e as quatro últimas, de olhos fechados. Talvez seja útil colocar um temporizador para tocar em entre um e cinco minutos.
1. Olhe pela janela e deixe seus pensamentos voarem livremente.
Sei que, quando você era criança, os professores lhe diziam para deixar de olhar pela janela e concentrar-se na lição. Mas seu objetivo agora é se desligar do trabalho por alguns minutos. Comece exalando lentamente e então deixe seu olhar vagar. Note o que está acontecendo no mundo lá fora. Só observe. Sinta seu corpo relaxar à medida que você direciona sua mente para longe dos pensamentos estressantes. É especialmente divertido imaginar uma fantasia agradável (pode ser romântica, heroica ou outra). Sonhar acordado não apenas nos descontrai como pode ajudar a fortalecer nossa criatividade.
2. Examine um objeto pequeno, à procura de todos os detalhes.
É interessante como podemos olhar para os mesmos objetos todos os dias sem realmente enxergá-los. Tire um momento para olhar para algo que estiver ao seu alcance e realmente notar os detalhes. Estude as nuances de cor, as texturas, as sombras, o design. Descubra os aspectos ocultos de seu grampeador, sua caneta favorita, o quadro na parede, uma concha que você pode ter guardado na gaveta de sua mesa. Observe como sua mente muda de rumo quando você parte para viver aventuras nas micropaisagens que o cercam.
3. Dê tapinhas leves sobre seu corpo, começando pelos pés e subindo.
Com os nós dos dedos, vá subindo pelo corpo, dando batidinhas leves. Preste atenção às sensações. Comece pelos pés, suba pelas panturrilhas e chegue às coxas. Percorra o torso e suba por um braço, depois o outro. Use as pontas dos dedos para percorrer seu rosto com batidinhas suaves. Ao direcionar sua atenção para sensações físicas, seus pensamentos podem se acalmar. A medicina energética enxerga o estímulo do corpo através de batidinhas como uma maneira importante de reduzir o estresse e revitalizar a energia.
4. Rabisque: com papel e caneta, deixe seus pensamentos correrem soltos. 
Rabiscar desenhos aleatórios é outra maneira de reativar nosso lado criativo. Dê um descanso a seu hemisfério cerebral esquerdo e ative o hemisfério direito. Quando afastamos nossa atenção de atividades direcionadas a uma meta, começando a rabiscar aleatoriamente, nosso "sistema de atenção" se descontrai. Portanto, dê um descanso a seu hemisfério cerebral esquerdo, estimule sua criatividade e divirta-se um pouco.
5. Feche os olhos e ouça - ouça os sons em volta. 
Isole seu senso de audição, permitindo-se notar e classificar cada som que você ouve: "Cachorro latindo, carro buzinando, a fotocopiadora em ação, colegas fofocando, chuva caindo forte", etc. Mergulhe inteiramente no momento presente, e, assim, desacelere a espiral de pensamento estressante. Ouvir com atenção consciente tem o efeito de limpar a mente e "reiniciar" seu sistema.
6. Feche os olhos e imagine-se curtindo férias maravilhosas.
Tire um instante para fazer uma "viagem no tempo" de volta a uma viagem deslumbrante. Ou imagine um lugar lindo que você sempre quis conhecer. Use detalhes para imaginar se está fazendo calor ou frio, o que você está vendo, os sons, os cheiros. Repasse na mente um lugar que você gosta muito, detalhe por detalhe. Observe como seu corpo reage a pensamentos agradáveis e tranquilizadores, quase como se você estivesse no lugar que está imaginando. Respire fundo. Esse é um momento de paz para você curtir.
7. Feche os olhos e respire.
A respiração é nosso tratamento de saúde portátil. É tão óbvio, tão sempre presente, mas raramente nos lembramos de aproveitar seus poderes. Existem inúmeros exercícios de respiração possíveis, uma sugestão é a respiração 4-7-8, um padrão respiratório antigo ensinado pelo Dr. Andrew Weil. Inspire contando até 4, prenda a respiração enquanto conta até 7 e então expire, soltando o ar pela boca como se estivesse soprando em um canudo, enquanto conta até 8. O que tem efeito especialmente relaxante é expirar levando o dobro do tempo da inspiração.
8. Feche os olhos e visualize seu corpo de alto a baixo.
Comece pela cabeça e vá descendo devagar pelo corpo. Enquanto o faz, imagine o calor descendo do topo de sua cabeça, passando pela nunca, espalhando-se pelos ombros, descendo por seus braços, descendo por seu torso, por suas pernas, chegando aos seus pés e então saindo de seu corpo. Observe a sensação de consciência interna. Por exemplo, mesmo com os olhos fechados você tem consciência de seus pés e mão, pode sentir a vida pulsando dentro deles. Deixe sua atenção passar do "pensamento" para a "sensação". Aproveite esses momentos para entrar em contato com seu corpo e soltar qualquer tensão que possa estar presente nele. A visualização do corpo é uma técnica de relaxamento clássica.
Existe uma hora e um lugar para a ação e a reação, mas também para o prazer de ficar parada, em silêncio. Talvez você não consiga chegar à aula de ioga, à academia ou a onde faria uma caminhada ou um cooper. Mas pode reservar um momento para se reclinar para trás e relaxar, curtindo um momento de paz, simplesmente sentada.
fonte Revista Boa Forma

MET disponibiliza 422 livros de arte para download.

Museu nova-iorquino também possui, em seu site oficial, mais de 400 000 imagens de obras de acervo para serem baixadas.

 

O The Metropolitan Museum of Art, em Nova York, disponibilizou para download 422 livros e catálogos de arte, em inglês, para download gratuito em seu site oficial. No total, 50 anos de história estão liberadas no MetPublications, que também oferece leitura virtual e um amplo campo de pesquisa.
Os interessados deverão investir um período longo analisando a gigantesca coleção organizada pelo museu. Leonardo da Vinci: Anatomical Drawings from the Royal Library, de 1983, assinado por Kenneth D. Keele e Jane Roberts, especialistas no artista italiano, é uma das obras disponíveis para acesso. Outras que podem ser encontradas no site são: The Age of Caravaggio; American Impressionism and Realism: The Painting of Modern Life, 1885-1915; Vincent van Gogh: The Drawings; French Art Deco; e The Art of Illumination. Este último, em livrarias brasileiras, custa para compra 168 reais.

fonte. Revista Veja

 

Levy: economia teve 'desacelerada forte' no início do ano.

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, afirmou nesta sexta-feira que não houve surpresa nos dados do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro referentes ao ano passado divulgados durante a manhã, mas que os números apontaram para um início de 2015 sem impulso na atividade doméstica. "Vamos descobrir (adiante) que a economia deu uma desacelerada forte neste começo de ano", disse Levy a jornalistas, em entrevista para comentar os dados divulgados mais cedo pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre o quarto trimestre e todo o ano de 2014.
Levy repetiu que o Brasil vive um momento de transição e que os ajustes em curso na política econômica são necessários para que a confiança seja retomada e os investimentos cresçam. O ministro afirmou ainda que o real mais depreciado ajudará as exportações, beneficiando a economia brasileira à frente. Em relação aos investimentos, ele espera uma recuperação no segundo semestre deste ano.

Fonte Revista Veja

quarta-feira, 18 de março de 2015

Protestos no dia 15 de março no Brasil

É parece que o povo está acordando para os fatos reais do que acontece quando existe corrupção, malandragem... então vamos publicar o que saiu na revista Veja... Mas o que saia online via redes sociais era impressionante... muito bem gente acorda!!!

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO/BRASÍLIA - Cerca de um milhão de pessoas protestaram na cidade de São Paulo neste domingo contra o governo da presidente Dilma Rousseff e a corrupção, de acordo com a polícia, em meio à fraqueza da economia e inflação elevada, na maior de uma série de manifestações populares em diversas cidades de todo Brasil.
Os protestos tiveram um caráter pacífico, ao contrário dos ocorridos em junho de 2013, ocasião em que foram registrados vandalismo e confrontos entre policiais e manifestantes.
Apesar disso, a polícia do Distrito Federal lançou bombas de efeito moral para dispersar um pequeno grupo de manifestantes que lançaram pedras na direção de policias na Esplanada dos Ministérios após o final da manifestação em Brasília. Ao menos uma pessoa ficou ferida.
Vestidos com as cores da bandeira brasileira, os manifestantes foram às ruas de várias cidades de todas as regiões do país para reclamar principalmente da corrupção, em meio ao escândalo bilionário na Petrobras investigado pela operação Lava Jato, e problemas econômicos enfrentados pelo Brasil.
“O povo está se sentindo traído", disse na capital paulista o publicitário Diogo Ortiz, de 32 anos, referindo-se à Petrobras como “vergonha nacional e internacional”.
“Eu quero impeachment (de Dilma) mesmo”, acrescentou, mesmo admitindo que as chances são pequenas e que este domingo pode se tornar um evento isolado sem resultados efetivos. Segundo estimativa da Polícia Militar, 1 milhão de pessoas participaram da manifestação na Paulista e adjacências. No entanto, levantamento do instituto Datafolha publicado no site do jornal Folha de S.Paulo colocou o total de manifestantes no local em 210 mil pessoas.
Devido aos protestos, a presidente Dilma pediu a alguns de seus ministros que ficassem em Brasília neste domingo para acompanhar as manifestações, e realizou uma reunião no Palácio da Alvorada para avaliar as acontecimentos.
O ministro Miguel Rosseto, da Secretaria-Geral da Presidência, escolhido porta-voz do encontro ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que as pessoas que foram às ruas neste domingo são aquelas que não votaram em Dilma na eleição presidencial do ano passado. [Veja como o governo reagiu aos protestos]
“As manifestações ocorridas hoje são manifestações onde majoritariamente participaram setores da sociedade críticos ao governo", disse Rosseto em entrevista coletiva. "Seguramente, majoritariamente, eleitores que não votaram na presidente Dilma Rousseff".
Cardozo afirmou que o governo está aberto ao diálogo com todos os setores da sociedade, inclusive a oposição, e que a presidente vai apresentar nos próximos dias medidas de combate à corrupção. Reiterou também a defesa do governo por uma reforma política "lastreada no ouvir da sociedade", que tenha como ponto principal o fim do financiamento empresarial de campanhas eleitorais e partidos políticos.
Durante o pronunciamento dos ministros, que foi transmitido pela TV, houve panelaço em diversas capitais, como Brasília, Rio e São Paulo, assim como ocorreu durante pronunciamento de Dilma na TV no domingo passado.

Revista Veja